Natalie Carvalho
Natalie Carvalho

Como o Sistema Frigosoft Auxilia no Controle de Rendimento de Carcaça

O rendimento de carcaça é um dos grandes desafios que existem na relação comercial entre produtor rural e frigorífico. Na maioria das vezes, o produtor de carne não fica satisfeito com o resultado de rendimento do lote, o que leva a questionamentos de toda natureza, gerando desconfiança, desentendimentos e muitos transtornos.

Enquanto os compradores tentam pagar menos pela matéria-prima, os produtores querem tirar o maior lucro possível com a comercialização do animal, e nisto surgem os conflitos.
Confira neste artigo como a inteligência do Frigosoft auxilia no controle de rendimento de carcaça! Mas antes de falar de rendimento, vamos entender o que é a carcaça.

O QUE É A CARCAÇA BOVINA?

A carcaça representa o boi abatido, sem a cabeça, patas, rabo, mamas, no caso das fêmeas, testículos no caso dos machos. Além do couro, ossos e gordura. Para complementar a informação, outro aspecto importante é o peso vivo. Esse número representa quanto o bovino pesa na balança. Ou seja, é o peso total do animal vivo. Geralmente, os bovinos são pesados antes do embarque para o frigorífico.

RENDIMENTO DE CARCAÇA

Entende-se por rendimento a quantidade de carcaça gerada pelo animal vivo após o seu abate, ou seja, o rendimento é, quanto do animal, em termos relativos, é constituído de carcaça.

Geralmente, o que se busca no animal de corte é obter o máximo de carcaça e o mínimo de não-constituintes da carcaça. Em outras palavras, busca-se alcançar o máximo de rendimento.

Entre os fatores que podem influenciar o rendimento da carcaça estão o tempo de jejum, categoria do animal, dieta alimentar, raça e genética são determinantes para opeso final pós-abate.  Mas com a Indústria 4.0 também é possível utilizar tecnologias como o Sistema Frigosoft, especialista em processos produtivos em frigoríficos, para gerenciar os processos produtivos, otimizando a produção e o controle de rendimento do produto.

Com o uso de um bom sistema é possível realizar diversos apontamentos como a compra e transporte do boi, fazer a recepção e registros do abate, tipificar a carcaça, entre outras etapas. Os apontamentos de dados na produção são realizados através de coleta automática de pesos das balanças, leitura de código de barras ou sensores de passagem, coletando dados em tempo real, gerando informações precisas, garantindo exatidão no controle de estoque, controle de custos e análise de rendimentos.

Através da integração com as balanças, o sistema Frigosoft faz o aferimento e o registro do peso de cada animal no momento da entrada no frigorífico, ainda vivo e antes do abate. E através da integração com o Sistema ERP Atak, ele cruza as informações dos dados de peso com a identificação de cada animal registrado no DIA (Documento Identificação Animal), coletados pelo SISBOV.

Após o processo de abate e sangria, a carcaça do animal é pesada novamente, uma a uma. Enquanto o sistema Frigosoft se encarrega da coleta e registro de dados, que serão somados para obtenção do rendimento de carcaça.

Através do cálculo o sistema apresenta o primeiro rendimento da carcaça, o de abate, antes da lavagem para o resfriamento nas câmaras frias. São considerados como bons rendimentos de carcaça valores superiores a 54%.

RENDIMENTO DE QUARTEIO

Após o resfriamento, a carcaça bovina é direcionada para o processo de quarteio, inspeção e tipificação. 

No quarteio são realizados os cortes de carcaça, geralmente em seis partes: duas traseiras, duas dianteiras e duas costelas. Que serão pesadas novamente, após o resfriamento, e identificadas com etiquetas geradas pelo sistema, através da coleta de informações e dados do produto.

Nessa parte do processo, a inteligência do sistema Frigosoft fará os apontamentos, coleta e impressão dos dados, através da integração com as balanças e impressoras.
E com os dados coletados da balança é feita a soma de todas as partes dos quartos, comparando com o peso do rendimento do abate, que vai gerar um relatório de  rendimento de quarteioou rendimento de carcaça fria.

Imagem:agroceresmultimix.com.br
Imagem:agroceresmultimix.com.br
RENDIMENTO DE DESOSSA

Nesta etapa ocorre o corte e a desossa das carcaças resfriadas, tendo duas finalidades: serem divididas em porções menores para comercialização ou serem processadas para produtos derivados (Amaral, 2010).

O ato de desossar a carne é uma prática com grande impacto na qualidade, certificação e preço do produto final. Ela representa a produção de cortes menores com ou sem osso. O objetivo principal dessa etapa é agregar valor ao transformar os cortes primários (quartos) em cortes menores e mais comerciais.

Foto: Divulgação/Abiec

Além disso, após a desossa e padronização, os cortes recebem embalagem primária (em contato com o produto) e embalagens secundárias (caixas) e são armazenados em câmaras frias até sua expedição.


LEIA TAMBÉM: Rastreabilidade: A importância da tecnologia na segurança da carne

Investir na informatização do chão de fábrica garante mais profissionalismo para empresa, mais segurança, e principalmente mais produtividade, porque também contribui para gerenciar o rendimento, inclusive da carcaça. 

O recomendável é ter um sistema como o Frigosoft da Atak, que seja desenvolvido especificamente para atender as necessidades da indústria de abate de bovinos, sejam plantas destinadas ao mercado interno ou externo, de pequeno a grande porte, seguindo as normas de segurança e qualidade e exigências de cada mercado habilitado.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira mais postagens

Suporte / Manutenção
Plantão e Suporte

A partir das
18h01 da sexta às 07h59 da Segunda

(44) 2101 – 5657

(aguarde pelo atendimento após escutar toda a gravação da mensagem).

Atenção: ao utilizar o Plantão, independentemente da causa ou tipo de ocorrência, todos os atendimentos serão 100% faturados via Ordem de Serviço. Pelo fato de ser cobrado, é pertinente que o plantão seja utilizado somente para ocorrências críticas com prioridade máxima, deixando outras ocorrências para serem atendidas pelo Suporte Help Desk dentro do horário comercial.

Horário de Atendimento

De Segunda à Sexta,
das 8h às 12h, e das 13h30 às 18h

(44) 2101 – 5657
(44) 9 9829 – 9315

Ligamos para você!

Preencha o formulário com seu dados e aguarde nosso contato.

    A ATAK SISTEMAS precisa das informações de contato que você nos fornece para entrar em contato com relação a produtos e serviços. Dúvidas, consulte nossa Política de Privacidade.